Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Inesquecíveis (23)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos) e (http://memoriaglobo.globo.com/ da TV Globo)

Este é a última publicação dos “Inesquecíveis” com temas musicais, das novelas que me interessaram ver na RTP. Algumas músicas menos conhecidas ou lembradas, outras sobejamentre cantadas, trauteadas, ou assobiadas por todos nós. Muito Obrigado pelos vossos comentários.

Novela:          Roque Santeiro                   
Ano:                1985
Tema:             Chora Coração        
Intérprete/s:   Wando (02-10-1945 – 08-02-2012)                                 
Autor/es:        Wando/ Pedrinho Medeiros


Novela:          Tieta do Agreste                              
Ano:                1989
Tema:             Doida Para Te Amar           
Intérprete/s:   Nando Cordel (13-12-1953)                                  
Autor/es:        Nando Cordel

sábado, 18 de novembro de 2017

Ennio Morricone (4)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Aqui durante algumas semanas vão ficar a conhecer algumas (poucas) composições do compositor Ennio Morricone.

Ele compôs e organizou para mais de 500 produções de filmes e televisão. Morricone é considerado um dos compositores de filmes mais influentes e mais vendidos desde o final da década de 1940.

Ele vendeu mais de 70 milhões de discos em todo o mundo, incluindo 6,5 milhões de álbuns e singles em França, mais de três milhões nos Estados Unidos e mais de dois milhões de álbuns na Coréia.

Em 1971, o compositor recebeu o seu primeiro disco dourado para a venda de 1.000.000 de discos em Itália e um "Targa d'Oro" para as vendas mundiais de 22 milhões.

Ennio Morricone (10-11-1928)

Metti una sera a cena (1969), interpretada por Milva


Here's To You (1971), interpretada por Joan Baez


Mia Madre Si Chiama Francesca (1972) , interpretada por Milva

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Moody Blues (4)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Os “Moody Blues” foram um grupo que segui até 1971, com o álbum “Seventh Sojourn”. Até aí ouvi e coleccionei os “vinil”, depois, somente os segui, amiúde. Hoje tenho toda a discografia deles. Sempre me agradaram bastante, pela sua música trabalhada e muito bem executada, muitas das vezes acompanhada por orquestra. Por aqui no “O Pacto Português”, e durante algumas semanas (um álbum por semana, até ao “Seventh Sojourn), vou dar-vos um pouco das melodias e do “Rock” deste agrupamento, e também algumas palavras sobre os “MB” (biografia) e análise dos álbuns por críticos musicais. A análise dos álbuns dos “Moody Blues” foram traduzidas do sítio do AllMusic.com e da Wikipedia (versão inglesa). Não sei as análises da AllMusic.com,  são da época ou actuais, mas valem o que valem e como sempre tenho dito, sou um melómano amador e não sei ler uma pauta musical, embora tenha a certeza que não conseguiria viver sem ela.

The Moody Blues (Birmingham, Maio 1964 – 20xx)

The Moody Blues são uma banda de Rock Inglês. Entre algumas das suas inovações para a época conta-se com a fusão com a música clássica. Isto é evidente, e principalmente, no excelente álbum, de 1967, “Days Of Future Passed”.
The Moody Blues venderam mais de 70 milhões de álbuns em todo o mundo e obtiveram 14 discos de ouro e platina. A partir de 2012 eles permanecem activos, com um membro da banda original de 1964, John Lodge, e mais dois a partir da linha 1967, Justin Hayward e Graham Edge.

Discografia:

The Magnificent Moodies (1965)
Days of Future Passed (1967)
In Search of the Lost Chord (1968)
On the Threshold of a Dream (1969)
To Our Children's Children's Children (1969)
A Question of Balance (1970)
Every Good Boy Deserves Favour (1971)
Seventh Sojourn (1972)
Octave (1978)
Long Distance Voyager (1981)
The Present (1983)
The Other Side of Life (1986)
Sur la Mer (1988)
Keys of the Kingdom (1991)
Strange Times (1999)
December (2003)

Etiquetas - Decca, Deram, Threshold, Polydor, Universal, Ark 21, Eagle, Image.
Membros actuais - Graeme Edge, John Lodge e Justin Hayward.
Membros anteriores - Ray Thomas, Michael Pinder, Denny Laine, Clint Warwick, Rodney Clark e Patrick Moraz.



Álbum (vinil) - On The Threshold Of A Dream (1969), Deram Stereo SML 1035, Crítica (Review, by Bruce Eder). Gravado entre 12 e 31 de Janeiro de 1969. Editado em 25 de Abril de 1969.

“On the Threshold of a Dream” foi o primeiro álbum que os Moody Blues tiveram a oportunidade de gravar e de se preparar convenientemente para essa situação, sem lidar com horários de digressões e/ou roubar tempo no estúdio entre os espectáculo - na verdade, embora isso tenha acontecido na realidade, não foi aquilo que muitos observadores confirmaram. Os “Moodies” haviam quase esgotado as melhores composições do saco de música com os seus dois álbuns anteriores, “Days of Future Passed” e “In Search of the Lost Chord”, que tinham sido bem desenhados. O seu sucesso ganhou-lhes a atenção da editora “Decca” que os autorizou a poderem trabalhar calmamente no estúdio através de Janeiro e mais de Fevereiro de 1969.
Como a banda nos dois álbuns anteriores, “On The Threshold Of A Dream” segue um conceito. O álbum explora sonhos, especialmente no segundo lado, que culmina com a faixa "Voyage", uma suite, inspirada em parte também pela “Strauss's Also sprach Zarathrustra”.
A peça, de Mike Pinder, apresenta uma orquestração com “mellotron” e flauta. O álbum começa com um poema acompanhado por sons electrónicos e sons semelhantes são utilizados para terminar o álbum, também. As edições do LP do álbum foram pressionadas a continuar a emitir esses sons até a ranhura do álbum “run-out” terminar, levando-os a tocar continuamente até o braço do gira-discos ser  levantado.
“On The Threshold Of A Dream”  deu às “The Moody Blues”, o seu primeiro álbum britânico Nº.1, e também aumentou as suas influências no EUA, tornando-se o seu primeiro álbum no Top 20 americano.
É o quarto álbum lançado pela editora “Decca” em 25 de Abril de 1969. Foi o último da “Decca” antes da banda formar a sua própria editora,a “Threshold”.

Formação do álbum “On The Threshold Of A Dream": Justin Hayward (guitarras, piano mellotron, vocais, etc), Mike Pinder (teclas, baixo, violoncelo, vocais, etc), Ray Thomas (flauta, harmónica, oboé, vocais,), Graeme Edge (bateria, percussão, vocais, etc) e John Lodge (baixos, violoncelo, vocais, etc), e Pete Jackson (triângulo).
Melhor classificação, Álbum: 1º. Lugar dos Albuns no Reino Unido; 20º. Lugar “Billboard 200” em 1969 e Tema “Never Comes The Day” 91º. Lugar “Billboard Hot 100” em 1969.

Moody Blues (1964)

Lovely To See You, de Justin Hayward.


So Deep Within You, de Mike Pinder.


Never Comes The Day, de Justin Hayward.


Lazy Day, de Ray Tomas. Gravado em 1970 (Paris).

domingo, 12 de novembro de 2017

A Contar pelos Dados (6) – Agência de Viagens



Agência Pinheiro Bravo

Viagens em “Autopullman” a 5 destinos turísticos do nosso País; Chegado lá, pode desfrutar de uma viagem de balão, com os nossos balonistas experientes, e simultaneamente, matar a sua sede, a bordo. De Verão servimos uma bebida fresca, e de Inverno, poderá aquecer-se com o nosso cacau quente. A paisagem é avassaladora e maravilhosa.
Lamentamos, mas não temos casa de banho a bordo dos balões, terá de satisfazer as suas necessidades antes de partir, nas nossas estupendas instalações sanitárias.

Viagens a preços muito acessíveis e de chorar por mais !!!

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

A Máquina dos Berlindes

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Wintergartan – Marble Machine

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Avô e Neto - Interacção Humorística (166)

Em 15-07-2012. Obrigado.

Avô e Neto


O avô conta ao seu neto João as grandes mudanças que aconteceram na sociedade, desde a sua juventude até agora... 


“Sabes, João, quando eu era pequeno, a minha mãe dava-me dez escudos, e com isso mandava-me à mercearia da esquina. Eu voltava para casa, com um pacote de manteiga, dois litros de leite, um saco de batatas, um queijo, um pacote de açúcar, um pão e  uma dúzia de ovos..!"

E o João respondeu-lhe:

“Mas avô, na tua época não haviam câmaras de vigilância?”

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Faz Hoje Anos (14) – Arturo Sandoval e (15) – Ray Conniff

Faz hoje 68 anos... Parabéns !!!

Arturo Sandoval (06-11-1949). A composição é “Sandunga”. No Festival Newport Jazz em 16 de Agosto de 1998.


Faz hoje 101 anos... Parabéns !!!

Ray Conniff (06-11-1916 – 12-11-2002). A composição “Aquarela do Brasil” de Ary Barroso, gravado em São Paulo, no estúdio Mosh.